Amadeu de Freitas e os mistérios de “Lesboa”

Fernando Curopos

Abstract


Os anos 1919-1939 são considerados como os anos dourados da cultura homossexual na Europa ocidental. Em Portugal, sê-lo-ão de maneira relativa, devido à paulatina chegada ao poder das forças reacionárias do Estado Novo. Embora já houvesse, em Lisboa, uma subcultura homossexual visível, a cena lésbica continuava fechada entre quatro paredes. Contudo, há muito que as lésbicas eram objeto de fantasmas e os autores dos Anos Loucos darão continuidade às fantasias eróticas finisseculares. Amadeu de Freitas não será o único a escrever sobre o tema mas será com certeza o primeiro a apontar para a realidade de uma comunidade lésbica em Lisboa. Com efeito, o seu romance A Mulher Redimida (1938) pode ser considerado como um verdadeiro romance à clef no qual encena a vida de mulheres do Portugal da época, praticando assim um verdadeiro outing.

Keywords


Amadeu de Freitas; lesbianismo; história da homossexualidade em Portugal; feminismo português; Virgínia Vitorino; Maria Olga de Morais Sarmento

Full Text: PDF

Moderna språk - Institutionen för moderna språk - Box 636 - SE-751 26 UPPSALA
ISSN: 2000-3560